Esquema de infra-estrutura desportiva montado para a prova

pela equipe Race Control

clique no desenho abaixo para visualizar melhor o esquema

Autódromo Internacional Nelson Piquet

1000 Km de Brasília

21ª edição 2004

a prova automobilística mais tradicional da capital do Brasil

1000 Km de Brasília | 42 Anos de História 1962 - 2004 | Edições Anteriores Fatos e Imagens | Estatísticas e Números | Brasileiro de Endurance 2004 | Regulamento Particular - 2004 | Programa Horário 2004 | Autódromo de Brasília | Hotéis e Flats de Brasília

Tel: (61) 340 0987     Fax: (6) 340 5852      1000km@racecontrol.com.br

Entre em contato

Produzido por RACE CONTROL, entidade desportiva oficial do Autódromo Internacional Nelson Piquet - Direitos reservados 2002/2004

racecontrol@racecontrol.com.br

Autódromo Internacional

Nelson Piquet

































































































Maquete original do autódromo -1973

Final da prova de Fórmula 1 em 1974

Emerson nos boxes de Brasília antes da largada

Vista aérea do Autódromo no centro de Brasília

O Autódromo Internacional Nelson Piquet foi inaugurado em fevereiro de 1974, bem no centro da cidade de Brasília. Sua construção foi feita em dois anos e engenheiro responsável, Samuel Dias, fez um circuito que até hoje é considerado um dos melhores do mundo. O que poucos sabem é que por trás das retas e curvas está o semblante estilizado de uma mulher tocando harpa.

O Autódromo possui seis curvas para a esquerda e seis para a direita. A extensão é de 5.475,58 km e a maior reta tem 750 metros. Sua maior qualidade é o asfalto, que não possui ondulações e ainda é o original da construção.

A capacidade das 04 arquibancadas e do pavilhão de cadeiras cobertas é de 11.500 lugares. Porém, utilizando-se arquibancadas extras, pode-se abrigar em torno de 50 mil pessoas, sendo que a utilização das colinas de proteção que margeiam o anel externo permitem até 100.000 pessoas. O autódromo está localizado ao lado do setor hoteleiro de Brasília, próximo aos maiores shoppings e à rodoviária, além de a apenas vinte minutos do aeroporto.

A inauguração foi feita em grande estilo, com uma prova de Fórmula 1 extra campeonato. O vencedor foi Emerson Fittipaldi, de McLaren, em segundo ficou Jody Scheckter, de Tyrrel e, em terceiro, ficou Arturo Merzário com uma Iso Marlboro. Na prova também estavam James Hunt, Carlos Reutemann, Hans von Stuck, John Mass, Pescarolo, Beltoise, dentre outros grandes nomes do automobilismo da época.


Nelson Piquet, que não tinha credencial para a prova, enfurnou-se no box da Brabham e lá ficou ajudando os mecânicos a lavar peças e arrumar o box. Sem poder sair do autódromo, pois não entraria no dia seguinte, ele dormiu dentro do box. Quatro anos depois dessa aventura, ele ganharia seu primeiro título de Campeão Mundial de Fórmula 1 pela Brabham.

Em 1995, o autódromo foi arrendado do Governo do Distrito Federal por uma empresa de Nelson Piquet, a NZ Empreendimentos. De imediato iniciadas as realizadas obras de recuperação e aperfeiçoamento do circuito cabendo destacar: criação de áreas de escape e caixas de brita nas principais curvas, nivelamento das áreas que margeiam a pista, colocação de 30.000 pneus como muros de proteção, construção de muro em todo o perímetro do autódromo, cobertura metálica do padock, construção de kartódromo, criação de área para as sedes das equipes nacionais de competição com sede em Brasília, construção de restaurante e instalação de iluminação em todo o anel externo.

Atualmente os principais eventos realizados são a Fórmula 3 Sul Americana, a Fórmula Renault, a Copa Clio, a Stock Car, a Fórmula Truck, o Brasileiro de Motociclismo, os campeonato de Automobilismo, Arrancada e kart do Distrito Federal e os 1000 KM de Brasília, além de eventos da comunidade, shows musicais e exibição de veículos..